Cirurgia Hepatobiliopancreática é um ramo da cirurgia do aparelho digestivo, que se dedica ao tratamento de doenças benignas ou malignas do fígado, vias biliares e pâncreas. São procedimentos agregados que exigem alto grau de habilidade do cirurgião.

As doenças tratadas podem ser:

Nódulos hepáticos – câncer primário do fígado ou hepatocarcionoma, que é a forma mais agressiva dos nódulos.

Cistos hepáticos – caracterizados por bolhas, comumente pequenas, que surgem na parte interna do fígado.

Câncer de Vesícula Biliar – costuma ser raro, porém grave quando afeta o órgão, normalmente não apresenta sintomas e por isso é diagnosticado em fases muito avançadas já afetando outros órgãos como o fígado. Este tipo de câncer é cirúrgico e tem cura quando tratamento é iniciado precocemente.

Câncer de Via Biliar – o colangiocarcinoma é raro e resulta do crescimento de um tumor nos canais que conduzem a bile que é produzida pelo fígado e conduzida para a vesícula. A bile é um líquido importante na digestão, pois ajuda a dissolver as gorduras ingeridas nas refeições.

Cistos de Pâncreas – Benignos ou malignos, geralmente não apresentam quaisquer sintomas. Mais comuns em pessoas com doenças pré existentes no órgão, por exemplo, pode se relacionar a alguém que já teve um caso de pancreatite, diabetes, entre outras.